RSS

Materiais e utensílios de pintura – pinceis e espátulas



Em artigo anterior (Pinceis para Pintura a Óleo 1 - Fan Brush) abordámos o pincel em leque (Fan Brush) e a forma de utilização para por exemplo pintar árvores, obtendo com pouca dificuldade pequenos (e grandes) abetos.

Tendo esse artigo obtido muita aceitação entre os nossos leitores e “Internet Surfers”, pedindo por mais, decidimos recuar um pouco e começar uma nova categoria de temas, escrevendo um artigo com carácter introdutório e que endereçasse a generalidade de pinceis abordando as suas principais caraterísticas.

Existe como devem imaginar, uma elevada variedade de pincéis, diferenciados por variadas caratecteristicas que iremos enunciar.



Escolha dos pinceis pela forma:

  • Achatada, em geral usados na pintura a óleo e acrílico. Os pinceis achatados são uteis para produzir pinceladas largas e de ângulos agudos, sendo assim ajustadas para bloquear contornos e para pintar grandes áreas. Se usado de lado, permite produzir linhas finas e rectas.


Pinceis achatados de grande dimensão Bob Ross










  • Arredondada, mais comuns na pintura com aguarela, mas os mais pequenos são usados muito frequentemente na pintura a óleo para realizar pormenores.


Pincel redondo Bob Ross usado para a pintura de pormenores
  • Achatada de ponta redonda (Filbert): são uma mistura dos dois tipos anteriores, sendo que a forma arredondada da ponta permite obter vértices menos “bicudos” ou mais suavizados. Uteis igualmente para suavizar e misturar cores.


  • Em leque. Um pincel muito especial, já conhecido no nosso artigo já mencionado (Pinceis para Pintura a Óleo 1 - Fan Brush), utilizado originalmente para a mistura e suavização na tela, serve ainda para pintar linhas retas e recriar formas particulares como sejam a folhagem nas técnicas de Bob Ross.

Pinceis em leque (Fan Brush) 


Existem ainda outras formas usadas para as mais variadas formas e aplicações ou que se adequam “ao jeito” de cada artista, triangulares, de pontas recortadas, etc.



Pinceis sintéticos vs naturais:


  • Fibra sintética;
  • Naturais como cerda e pêlos de animais (exemplo: marta, zibelina, camelo, cavalo e até esquilo!);


Tradicionalmente a natureza dos pelos permitia diferenciar não apenas a qualidade na utilização e durabilidade dos pincéis, mas ainda, a dureza do pincel, sendo ainda reconhecida a maior qualidade dos pinceis de cerdas naturais, contudo, existem já atualmente pinceis artificiais de boa qualidade e que permitem obter resultados muito bons.

Por outro lado, torna-se frustrante para um pintor usar pinceis de má qualidade. O trabalho não resulta como queremos e perdemos mais tempo a corrigir defeitos, apanhar pêlos ou, a adquirir novos pinceis.

Assim, quando comprar um pincel considere:


Fatores para a aquisição de um pincel

 Um bom pincel:

  • Não perde os pelos
  • A ferragem que segura os pelos não cai
  • Mantém a sua forma quando impregnado em tinta, e quando é dobrado para aplicar tinta na tela retorna de imediato à sua forma assim que o soltamos, e faz isto repetidamente.
Atenção que a tinta acrílica, sendo de natureza plástica, tende a danificar as cerdas naturais dos pinceis, em particular as mais suaves, sendo que por esse motivo se usa mais frequentemente as cerdas artificiais com este tipo de pigmento.


Escolha de pinceis pela dureza dos pelos:


  • Duro: são excelentes para colocar elevada quantidade de tinta na tela, seja para trabalhar grandes áreas como por exemplo, o fundo de um trabalho, um Céu, etc.
  • Suave: seja natural ou sintético, estes pincéis são uteis em particular para suavizar e misturar ou agregar uma área de tinta (blend), alterando os tons resultantes e ainda, para trabalhar detalhes.

Três tipos de pelo e de efeitos (por ordem):
artificial (mais suave),
de pelo de mangusto (mais rijo que o anterior) e,
 porco (o mais rijo dos três).


 Seleccionar pinceis pela dimensão do cabo:
  •  De cabo curto, utilizados em geral para pintar com aguarelas.
  •  De cabo longo, utilizados para pintar com tinta a óleo e acrílica, pelo fato de em geral se pintar na vertical, portanto o pincel é usado na horizontal, sendo que um cabo mais comprido permite manter o balanço na mão


Escolha de pinceis pela dimensão dos pelos:


Pinceis de pelo curto
  • Curtas (brights): permitem realizar pinceladas mais precisas por permitir maior controlo na aplicação de tinta, sendo em particular adequado para a pintura floral ou de animais.


  • Longas: os pinceis de pelo longo, em particular os achatados, permitem carregar o pincel com maior quantidade tinta, sendo por isso adequados para a pintura de grandes áreas.


E claro, a escolha de um pincel também pela dimensão do próprio pincel, indicado pelo nº do mesmo, de acordo com o nível de detalhe em que estamos a trabalhar.

Espátulas para pintura a óleo

Com este utensílio de aço é possível colocar sobre a tela maior carga de pintura que com o pincel. São muitas as formas:

  • Pêra;
  • Diamante;
  • Retangular…

Diversos tipos de espátula para pintura

A espátula é frequentemente utilizada para fazer a mistura de pigmentos na paleta, conforme exemplo já apresentado (Mistura de Cores - regressar ao básico). Contudo, a sua utilização como utensilio na pintura em si pode definir por si só uma técnica de pintura (“espatulado”), com efeitos muito interessantes quer na textura, quer ao nível dos efeitos muito interessantes obtidos quando se sobrepõe ou mistura cores diretamente sobre a tela ou ainda, para a remoção de tinta em grandes ou pequenas áreas (por exemplo para recriar pequenas ramagens, folhas ou linhas).

Espátulas de pintura Bob Ross


No método Bob Ross, é utilizada uma espátula especifica, no sentido de simplificar a aposição de efeitos de luz e a criação de formas geométricas como sejam casas. A técnica complementa maravilhosamente as restantes técnicas na pintura de paisagem.



Boas pinturas!


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comentários:

Anónimo disse...

mais que meu comentario desejaba saber onde podo encontrar y comprar as espatulas "Angulares" iguas a las de Bob ROSS...pois cá na Argentina en Buenos Aires no há.
Si voçes pudecen disser-me uma direçao de internet para eu comunicarme com eles y façer a compra, ya seja no Brasil o en cualquer otro pais
. MUINTO OBRIGADO
minha direçao de e-mail é ajesusdf@yahoo.com.ar

Anónimo disse...

Por favor, gostaria de saber aonde comprar esses pinceis. Desde já agradeço sua atenção.

Gracie Az disse...

Boa tarde
Em portugal está disponivel a loja online que vende todo o tipo de materiais, tintas e equipamentos de pintura que são utilizados nestes artigos e trabalhos:

O link direto para os pinceis e espátulas é este:
http://pintaloja.com/pt/20-pinceis-e-espatulas
Boas pinturas!